16 Anos Ajudando Famílias
(11) 4249-2545 (11) 94797-6909

O uso de álcool entre jovens e o alcoolismo na juventude


O uso de álcool entre jovens e o alcoolismo na juventude

A adolescência é uma fase marcada por curiosidades onde o jovem está sempre ávido por novas experiências. É nesse contexto que o consumo de álcool pode surgir. Além disso, é sempre válido salientar que, na juventude, as pessoas ainda estão formando boa parte da sua personalidade e, diante disso, na sua busca por aceitação em um determinado grupo, optam pelo consumo de álcool com o intuito de se sentirem mais soltas e desinibidas. No entanto, em muitos casos, o consumo nem sempre é moderado, o que pode acarretar em uma série de transtornos futuros.

Problemas com alcoolismo

É válido destacar que o alcoolismo não é problema exclusivo dos adultos. Os adolescentes também estão suscetíveis a adquirirem tal problema. Outra característica é o álcool tem a capacidade de diminuir o nível de ansiedade e, nesse caso, alguns indivíduos estão mais propensos a desenvolver a dependência da bebida. É pertinente também levar em conta a pressão do grupo de amigos e amigas, a sensação de confiança próprio da idade, bem como o sentimento de curiosidade, colaboram para que o primeiro contato com a bebida ocorra cada vez mais cedo. Além disso, questões de cunho genético e casos de alcoolismo na família favorecem o aparecimento do problema.

Em alguns casos, o transtorno com bebidas alcoólicas na adolescência inicia ainda na própria casa. Sendo assim, é um erro crasso ignorar que, em qualquer quantidade, a bebida alcoólica é uma substância tóxica e que o metabolismo dos indivíduos mais jovens potencializa seus efeitos. No entanto, em nosso país, muitos pais consideram normal (e inclusive incentivam) que garotos menores de dezoito anos bebam uma elevada quantia de bebida alcoólica. Em alguns casos isso é até visto como um ritual de passagem para a vida adulta.

Apesar disso é essencial que essa mentalidade seja alterada, pois o consumo desenfreado de bebida certamente irá acarretar em danosas consequências no futuro.

Para sanar esse problema, é aconselhável que os pais não demonstrem um autoritarismo proibitivo em relação ao consumo de álcool. Isso pode acarretar no adolescente um comportamento rebelde. O ideal, em tal situação, é manter um diálogo franco sobre a bebida, alertando dos seus riscos para a saúde e também do perigo que ele representa quando está aliado ao volante.

Um dos principais motivos para a desestruturação familiar no Brasil é o consumo de álcool, mas ele pode ser evitado com diálogo e informação.

Entramos em contato


Aceitamos diversos planos de saúde consulte
Planos de saúde