(11) 4266-0513 (11) 4249-2545 (11) 97011-0268 (11) 94797-6909

Como ajudar um dependente de crack

Como ajudar um dependente de crack

Todos sabem o que o consumo de drogas pode fazer com uma pessoa, mas nem sempre é tão simples entender o comportamento de um viciado.

Nem todas as drogas têm os mesmos efeitos e consequências, mas uma das piores delas, com certeza, é o crack. Quando uma pessoa resolve experimentar o crack pela primeira vez, seja por qualquer motivo, ela não entende a forma como o seu corpo irá reagir a essa situação.

Normalmente, a pessoa vicia logo na primeira vez que utiliza, já que o crack tem um efeito muito rápido. Além disso, o seu efeito dura apenas 10 minutos, o que faz com que o viciado esteja sempre em busca de mais droga, perdendo o controle sobre a sua vida e os seus atos.

Muitas pessoas passam a viver nas ruas e abandonam toda a sua vida por causa da dependência do crack, o que passa a se tornar um problema não somente familiar, quanto social. E nem sempre é possível ajudar as pessoas que estão passando por uma situação assim.

Como ajudar uma pessoa viciada em crack?

Qualquer que seja o vício de uma pessoa, ele tem diversos efeitos negativos na sua vida, principalmente quando esse vício está relacionado a drogas. Normalmente, as pessoas que vivem ao redor passam a querer ajudar o viciado, tentar contornar a situação e fazer ela enxergar o problema que está acontecendo, mas nem sempre isso é uma tarefa simples ou fácil.

A dependência do crack é grave já que o seu consumo atinge quase todo o organismo do usuário , desde o seu sistema nervoso até o coração. O usuário passa a se preocupar apenas com o consumo da droga, deixando de lado todos os outros aspectos da sua vida, principalmente a sua saúde e higiene.

Quem conhece um usuário de crack e quer ajudar de alguma forma, o ideal é tentar ao máximo possível conversar com a pessoa quando ela não estiver sob o efeito da droga. O ideal é que a pessoa nem chegue a experimentar a droga, já que o vício ocorre tão rapidamente, mas caso isso já tenha ocorrido, é necessário tentar afastar a pessoa de tudo que possa levar ela a consumir a droga.

A internação, mesmo que contra a vontade do usuário, pode ser a única alternativa na maioria dos casos, já que somente dessa forma ela realmente irá se afastar do crack.