(11) 4266-0513 (11) 4249-2545 (11) 97011-0268 (11) 94797-6909

Dependência Química: problemas físicos e psíquicos

Dependência Química: problemas físicos e psíquicos

Não é nenhum segredo que as drogas causam grandes consequências à vida e a saúde de um dependente químico.

Dentre essas consequências estão os seus problemas físicos e psicológicos.

Dizemos que uma pessoa se transformou em um dependente químico quando a sua vida passa a sofrer distúrbios de comportamento, de mente e de funcionamento do organismo devido ao uso de substâncias tóxicas, como drogas e álcool.

Nesse contexto, a dependência química deve ser encarada como um problema de saúde, que pode ser crônico e causado por diversos fatores como genética e problemas sociais.

Problemas psíquicos

A dependência química faz com que a pessoa não tenha a noção do risco que se está correndo ao ingerir a substância tóxica, pois o poder de discernimento da sua mente é profundamente afetado. Nesse sentido todos os aspectos da vida do dependente químico são negativamente alterados.

Sua vida social, amorosa, espiritual e profissional vão perdendo seu valor.

Após se tornar um dependente químico, a única coisa que vai ser importante e satisfatório para a pessoa é usar a droga de forma continuada, pois isso, além de trazer sensação breve de bem estar irá evitar crises de abstinência que irá causar vários sintomas no organismo do dependente.

Após a mente sofrer os distúrbios causados pelas substâncias tóxicas das drogas e se acostumar com elas, à abstenção da mesma lhe causará problemas psíquicos como:

Depressão
Falta de humor
Mal-estar
Mudanças de comportamento

Quando esse patamar é atingido, a pessoa só voltará a sua vida normal após um tratamento adequado, onde haja a desintoxicação do seu organismo. Nessa expectativa, a dependência química deve ser vista por todos os setores da sociedade como um problema de saúde e não como uma condição na qual o dependente quer estar, pois o poder químico da droga é muito maior do que sua força de vontade de parar de usar o entorpecente.

Problemas físicos

Não só a mente, mais também o corpo sofre mudanças devastadoras quando a pessoa se torna um dependente químico. Essas mudanças se devem a alteração que o metabolismo do organismo sofre ao entrar em contato com a substância toxica.

A droga causa grande satisfação ao dependente químico e a ausência dela pode causar:

Perda de peso
Ansiedade
Irritabilidade
Insônia

Por fim, os problemas físicos e psíquicos que sofrem um dependente químico alteram não só a sua vida, mas a vida de todas as pessoas presentes nessa convivência. Dessa forma, se faz necessário cuidar da vida não apenas do doente químico, mas também da vida de todos os familiares, assim eles aprenderão melhor a forma de como se deve lidar com esse tipo de problema.