16 Anos Ajudando Famílias
(11) 4249-2545 (11) 94797-6909

Sintomas do álcool no organismo


Sintomas do álcool no organismo

O álcool causa alguns efeitos no organismo humano que podem acontecer em muitas partes do corpo como pele, músculos e fígado, por exemplo. O tempo de duração dos efeitos dessa substância no organismo tem relação com o tempo que o fígado passa para metaboliza-la. Em média, leva-se uma hora para que o corpo metabolize somente uma lata de cerveja. É por isso que se uma pessoa bebe oito latas de cerveja o álcool que está presente no organismo ficará ali por pelo menos oito horas.

Efeitos imediatos causados pelo álcool em excesso

Dependendo do quanto de álcool foi ingerido e também da condição física de cada pessoa, os efeitos imediatos que essa substância causam ao organismo podem ser:
Azia, diarreia e queimação no estômago;
Vômitos, sonolência e fala arrastada;
Dificuldade para respirar e dor de cabeça;
Audição e visão alteradas;

Capacidade de raciocínio alterada;

Alteração na coordenação e percepção motora, falta de atenção;

Falha de memoria;

Perda de julgamento da realidade, perda de reflexos, coma alcoólico.

Quando a mulher está grávida e consome álcool pode causar uma síndrome fetal alcoólica. Essa síndrome trata-se de uma alteração genética que acaba provocando uma deformação física e também retardo mental no feto.

Efeitos causados a longo prazo

Quando se consome regularmente mais de 60 gramas por dia de álcool (é o equivalente a 4 taças de vinho, 5 caipirinhas ou 6 chops) pode ser prejudicial a saúde o que favorece o desenvolvimento de doenças como a hipertensão, aumento do colesterol e arritmia. Algumas das doenças que podem ser causadas por causa do excesso de álcool são:

Aumento da pressão

Quando a bebida alcoólica é consumida em excesso pode causar o aumento da pressão. É por esse motivo que não se recomenda fazer a medição da pressão após o consumo de álcool.

Arritmia

O funcionamento do coração pode ser afetado por causa do excesso de álcool no organismo. Isso pode levar a fibrilação atrial, extra-sístoles ventriculares e flutter atrial que também
pode acontecer em pessoas que não tomam frequentemente bebidas alcoólicas, mas que acaba abusando numa festa, por exemplo. O consumo regular de álcool em doses grandes favorece o aparecimento de inflamação e fibrose.
Aumento do colesterol

Quando o álcool está acima de 60 gramas acaba aumentando o VLDL. É por isso que não se recomenda fazer exame de sangue para que seja feita uma avaliação das dislipidemias após ter consumido bebida alcoólica. Além do mais, a aterosclerose é aumentada e o HDL tem uma redução na sua quantidade.

Entramos em contato


Aceitamos diversos planos de saúde consulte
Planos de saúde