(11) 4266-0513 (11) 4249-2545 (11) 97011-0268 (11) 94797-6909

Tratamento ambulatorial para drogas

Tratamento ambulatorial para drogas

Drogas, Clínicas, Tratamento nas Clinicas, Tratamento Ambulatorial

Drogas

Droga é qualquer produto ou substância que ao ser consumida, provoque o vício, ou seja, deixe a pessoa dependente. No Brasil existem vários tipos de drogas e elas podem ser classificadas como drogas proibidas e drogas não proibidas.

Alimentos também podem ocasionar vício, existe como exemplo o chocolate que muitas pessoas consomem e muitas abusam dele.

Exemplos de drogas que são proibidas no Brasil encontramos o crack, a maconha e a cocaína. Já bebida alcoólica e cigarro são tidas como drogas liberadas para consumo e manuseio.

Clínicas de tratamento para drogas

Como o grande número de pessoas dependentes de drogas vem crescendo, a variedade de tratamentos também vem sendo descobertos e postos em prática.

Antigamente era muito difícil tratar um dependente, pois a quantidade de clínicas e maneiras de tratamento eram poucas. Não era tão fácil encontrar clínicas em todas as regiões do país e além de tudo, eram clínicas particulares, onde o tratamento de um viciado em drogas custava muito caro para as famílias.

Hoje em dia é mais fácil de encontrar clínicas particulares, clínicas públicas, clínicas para dependentes químicos homens, clínicas para dependentes químicos mulheres, clínicas religiosas para dependentes químicos e diversos outros tipos.

Tratamento nas clínicas

As clínicas de tratamento para drogas utilizam uma variedade de formas de tratamento para as pessoas viciadas em drogas. Algumas realizam a internação forçada, outras só aceitam o dependente com sua própria vontade de se regenerar.

As clínicas são compostas por profissionais qualificados na área da saúde e nessas equipes podemos encontrar médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, e outros profissionais que seguem toda uma prescrição médica para o tratamento de seus pacientes.

Geralmente o tratamento é prolongado, pois as pessoas devem ficar longe das drogas e com isso passam por momentos de abstinência. São nesses momentos que a maioria das recaídas acontecem e a equipe tem que está preparada para ajudar até que um dia esse paciente receba alta.

Tratamento ambulatorial para drogas

Quando as pessoas que eram viciadas em drogas recebem alta das clínicas é necessário que elas ainda recebam acompanhamento ambulatorial. Esse acompanhamento deve ser feito por meio de palestras, atendimentos grupais, acompanhamento por psicólogos e até mesmo por assistentes sociais de forma que ele possa ser reintegrado a sociedade e que possa ocupar a sua mente.

Ao saírem das clínicas essas pessoas possuem dois tipos de pensamentos, onde em um ela acha que está curada, que não precisa de nenhum tipo de acompanhamento; já o outro pensamento que vem pela mente, é como reagir a essa nova vida; eles ainda se sentem inseguros e tanto um pensamento como o outro pode fazê-lo regredir.

Realizar acompanhamentos terapêuticos, oficinas grupais, rodas de conversas, ensinarem uma profissão são meios que evitam que essas pessoas voltem ao mudo das drogas.

Por isso é importante que as famílias e as entidades não abandonem definitivamente o tratamento dessas pessoas, mesmo que elas já estejam fora das clínicas.